terça-feira, 30 de junho de 2009

Direito à Resposta ao Blog da JS de Rio de Mouro

Caros Amigos,


Como o autor do «post», apresento as razões de ter chamado «palhaça» à Dra. Ana Gomes:

1 - A Dra. Ana Gomes nunca viveu no Concelho de Sintra, aliás como podemos acreditar nas potencialidades de uma candidata que têm o mesmo perfil que a sua «amiga e camarada» Edite Estrela, que nunca pensou no bem estar dos Munícipes de Sintra.

2 - A Dra. Ana Gomes, bem como a Dra. Elisa Ferreira, cometeram o maior erro da democracia portuguesa. Como é possível ser compatível, uma candidata ao Parlamento Europeu e ao mesmo tempo candidata-se a Presidente de Câmara Municipal de Sintra sabendo que estão distantes em mais de uma dezena de quilómetros? Pelos vistos... deveremos criar um anexo à Lei de Mandatos, criada nesta legislatura do PS, na qual especifique a incompatibilidade de candidaturas, que por sua vez também é de mandato.

3 - Como cidadão português, reconheço o bom trabalho desenvolvido pela Dra. Ana Gomes enquanto Embaixadora de Portugal na Indonésia e foi uma excelente representante dos interesses de Portugal sob Timor Lorosae (vulgo Timor-Leste) mas não deixo de reagir a atitude patética que está a cometer para todos os eleitores portugueses bem como para os eleitores do município de Sintra.

4 - A Câmara Municipal de Sintra, baseando a tese da imparcialidade coisa que o PS não apresenta nas decisões díficies para o país, resolveu com este Presidente (Dr. Fernando Seara) o «desmascarar» de crimes de corrupção que a Câmara Municipal de Sintra veio a ser envolvido durante os mandatos da Dra. Edite Estrela enquanto Presidente da Câmara Municipal. Aliás até destruiu parte do dito «Património Mundial» declarado para benefício de alguns construtores ou até mesmo para alguns engenheiros (que já começo a suspeitar que não são engenheiros como o Primeiro-Ministro não é...).

5 - Conforme diz no blog da JS de Rio de Mouro, cito:
«Proclama a JSD Queluz que a Dra. Ana Gomes não conhece a realidade
sintrense. Que dados têm que lhes permita afirmar isto é que não sabemos.
»
Ora como sabemos, desde quando é que a Dra. Ana Gomes sabe resolver a situação dos sintrenses em termos de acessibilidades, segurança e acção social no Concelho de Sintra? Podemos dizer que o Concelho de Sintra é o Concelho com maior crescimento populacional, nota-se como está a freguesia de Algueirão-Mem Martins com o «boom» populacional criado, mas será que todas essas pessoas que vivem em Algueirão-Mem Martins estão bem de saúde económica e social? Como sabemos o maior flagelo do nosso país é o desemprego, com base nos Censos 2001, o Município de Sintra tinha 7,1% de desempregados. Muitos desses desempregados deveremos incluir os que estão inactivos para trabalhar e que estão actualmente a receber RSI (Rendimento Social de Inserção) pelo que já pode ascender aos 10% actualmente. Qual é o motivo para muitos destes cidadãos sintrenses de estarem desempregados? A resposta vê-se! Não há empresas que possam acolher estes desempregados todos...
Relativamente à criminalidade, como sabemos, ao longo de anos, Sintra sempre foi considerado uma zona negra devido aos constantes assaltos que são efectuados por dia. Porque será que existe tantos assaltos aos munícipes de Sintra? É por causa das loucuras que o Sr. Primeiro-Ministro apresenta aos Portugueses com computadores portáteis com ligações de banda larga suportados pelas Câmaras Municipais? É por uma razão caros amigos, FALTA DE TRABALHOS! E quanto a isso, qual é a proposta da Dra. Ana Gomes sobre a falta de empregos para os munícipes? É apresentando soluções paliativas como o Governo têm nos contemplado?... É claro que não!
Relativamente às acessibilidades, porque razão o PS na Câmara Municipal de Amadora tenha colocado sinais de perda de cedência para Queluz? Só por causa da Câmara de Sintra ser do PSD/PP? Ou esqueceu que a Junta de Freguesia de Queluz é PS? Estamos a lidar com «fogo amigo» entre dois grupos, a freguesia da Venteira e a freguesia de Queluz. É por isso que Queluz está caótico de carros e ninguém para com isto! O famoso IC16 prometido pela Dra. Edite Estrela, prometeu concluir esta obra pública no seu mandato camarário e o que fez foi a «política do toca e foge»! Só agora estes anos todos, a AENOR arregaçou as mangas e fez-se ao trabalho e por isso que dentro de alguns meses o IC16 já tem mais quilómetros de via rápida, que infelizmente vai ser portajada como este Ministro Mário Lino exigiu. Aliás foi este Governo que quer acabar com as SCUTS da Grande Lisboa! Na óptica do Sr. Ministro, o IC19 passa a ser portajada e isto é uma forma de retirar a quantidade de veículos a circular na via rápida mais caótica da Europa? E o alargamento do IC19? Quem resolveu esta questão, foi estes mandatos de Fernando Seara! Não foi aliviado algum trânsito para Lisboa? É claro que sim mas neste momento não alivia mais trânsito porque o IC16 que seria a alternativa ao IC19 não está concluída. E como justifica a isto perante tal coisa? A Dra. Ana Gomes têm alguma ideia sobre as acessibilidades? Estou à espera para ver...

6 - Em termos de sondagem pública, o PS nas últimas eleições europeias, venceu no município de Sintra mas será que os Sintrenses votaram pela cabeça ou pela razão? Eu penso que foi pela cabeça porque a razão diz que quando houve «desgraças» no município de Sintra as gestões camarárias do PS nunca interveio enquanto que o Dr. Fernando Seara interveio, recorde-se a queda da ponte pedonal de acesso do Palácio Nacional de Queluz para o Casal dos Afonsos no IC19, a Dra. Ana Gomes era capaz de ir ao local e intervir como o Dr. Fernando Seara o fez?... Segundo estudos de opinião, Sintra volta a ser governada pela coligação Mais Sintra (PSD/PP) pelo que a Dra. Ana Gomes não têm margem de manobra.

7 - Quanto ao comentário jocoso de me acusar de «beirão residente em Lisboa» remeto a isto, eu sou Natural da Freguesia de São Cristóvão e São Lourenço no Concelho de Lisboa e de beirão não tenho nada! O PS é que têm um falso beirão que por coincidência é o seu Secretario-Geral! Pelo que mereço um pedido de desculpas porque é com isto que se vê onde está a democracia. O que é um insulto é sermos dirigidos por um Governo que prometeu aos Portugueses a criação de 150 mil postos de trabalho até ao final deste mandato e o que já está declarado são a extinção de 160 mil postos de trabalho! O que têm a JS de Rio de Mouro a explicar a isto? Onde está a promessa de não aumento de impostos? Aumenta-se 2% de IVA e depois reduz 1% de IVA? Onde está o «Fim da Crise»?

Chega de «palhaçadas» e de mentiras para o povo português, como se sabe, o slogan da Campanha da Dra. Manuela Ferreira Leite é «Politica de Verdade» e é isso que tanto a JSD Queluz pretende aos jovens não só de Queluz como também aos jovens do Concelho de Sintra falarmos VERDADE! Deixemos de acusações sobre o Dr. Fernando Seara porque ele não é o «Pai do Défice da Câmara Municipal de Sintra» e a verdade dos factos é que a Câmara de Sintra está endividada devido aos créditos que nos mandatos da Dra. Edite Estrela contraiu para pagar os luxos para aqueles que andaram a conviver com ela e que a Dra. Ana Gomes também faria o mesmo.

Para a JS de Rio de Mouro deixo uma sugestão, porque sentem-se tão mesquinhos quando o vosso grande amigo Sócrates não vos deu nada de especial a não ser promessas falhadas? A Vergonha que o PS têm é ter um pseudo-Engenheiro que não é credível faz pré-campanha fazendo inaugurações de coisas patéticas e anunciar projectos onde não há dinheiro nem possibilidades de serem concretizados no actual mandato. Os Portugueses estão cansados de ver um «Engenheirozeco» a fechar universidades, centros de saúde, escolas e consulados invocando a reorganização e a simplificação dos processos. Olhe-se para o Cartão do Cidadão, que nem o estado civil nem a naturalidade são visíveis porque o Grupo de Trabalho para o Cartão do Cidadão só trabalhou com pessoas que fizeram o 12º ano a «martelo» não valorizando as competências das pessoas e sobretudo a responsabilidade.

Responsabilidade está a ser feito no PSD e nas Secções do PSD e da JSD, falando especificamente na JSD Queluz, estamos a actuar na acção social que é o problema mais gritante nos cidadãos. Temos cidadãos que não podem pagar rendas de casa, alimentar-se em condições, ter uma saúde sem problemas graves, fazer a sua higiene diária e vestir-se convenientemente com 187,18 Euros no bolso do RSI! Estou a falar isto com causa e conhecimento aliás eu sou esse exemplo! Por causa deste (des)Governo do Sr. José Sócrates, sou um dos 160 mil que ficaram sem emprego durante este mandato. Tudo por causa de uma empresa, que têm como funcionários pessoas incompetentes e que andam a agredir colaboradores «ao chicote», desvalorizando a produtividade e a credibilidade dos seus colaboradores e que fazem compras no sector do Media quando essa empresa quase que é «Dona e Senhora» de todo o espectro rádio eléctrico para a Comunicação Social, sobretudo a Televisão (e com isto já sabemos que empresa estamos a falar).
Podemos debater ideias mas também não podemos fazer «patetices» de decisões como o PS têm feito ao longo destes 4 anos e meio com os portugueses.

Da minha parte, os Portugueses podem sempre contar comigo, porque neste momento, e citando o nosso fundador deste partido democrático, Francisco Sá Carneiro, «Primeiro os Portugueses e depois estou eu!»

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Façam as Vossas Apostas



Temos um Primeiro Ministro Manipulador ou Irresponsável?

Hipótese 1
Confrontado com um medium que não se acanha em atacá-lo, o Primeiro Ministro serve-se de uma empresa privada mas com 30% de capital do Estado para levar a cabo um negócio de mlhões e, de uma forma dissimulada, conseguir a sua vingança pessoal, atirando para forma do tabuleiro os peões incomodativos.

Hipótese 2
Uma empresa privada mas com 30% de capital do Estado faz à revelia do governo um negócio de milhões sem que este faça a mínima ideia do que se está a passar.

Façam as vossas apostas (mas nenhum dos cenários é convidativo)!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Acompanhamos de perto


"O programa de Governo do PSD chega dentro de duas semanas, cheio de surpresas. Os nomes em quem Manuela Ferreira Leite confia. Quem está a trabalhar no ataque às legislativas. Que estrutura de Governo será apresentada. E quais os futuros ministros, em caso de vitória." (Visão)

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Porque é preciso valorizar o que é nosso (e o Palácio aqui tão perto)

Numa altura em que a contenção de despesas obriga muitos portugueses a optar por férias mais económicas nunca é demais recordar o que de melhor temos no país. E já agora, na freguesia :)

sexta-feira, 19 de junho de 2009

quinta-feira, 18 de junho de 2009

A candidata Part-Time

.
Ao ler estas declarações de Ana Gomes ficamos todos mais elucidados, sobre o que a deputada ao Parlamento Europeu (PE) pelo Partido Socialista, pretende fazer depois de conhecer os resultados das próximas eleições autárquicas. Adianta a mesma, que caso seja eleita Presidente da Autarquia irá imediatamente renunciar ao cargo de deputada no PE.

Contudo a questão principal coloca-se aqui: e se não ganhar? Aceitará Ana Gomes o cargo de vereadora em simultâneo com o de deputada ao PE? Pelas palavras aqui transcritas, não o fará!

Ao verificar-se este pressuposto estamos diante uma de duas coisas: ou a candidatura de Ana Gomes é apenas uma manobra política, para tentar "desbravar caminho" a todos aqueles que vêem atrás de si, caso esta perca as eleições; ou então, verifica-se uma situação de um claro desrespeito pelos demais eleitores.

Isto porque ao pretender abandonar a autarquia e os munícipes caso perca as eleições, Ana Gomes demonstra que apenas está disponível para liderar Sintra e não para defender em quaisquer circunstâncias, os interesses de todos os eleitores do Concelho.

Somando isto ao desconhecimento quase completo de Ana Gomes, das múltiplas realidades do Concelho de Sintra, a candidatura socialista à Presidência da Autarquia, denota não ter consistência e merece desde já uma nota negativa.

Integração



Encaremos a realidade sem hipocrisia. A população de Queluz está a crescer em número de não caucasianos e, para os que estavam habituados a pensar Portugal como um país de caucasianos, se calhar está na altura de pensar melhor...

A questão da imigração requer uma grande sensibilidade social. Abrir as portas à imigração é também abrir as portas a novas culturas, novos hábitos e novas tradições. Portugal deve estar pronto para isso sob pena de conseguir uma faixa significativa da população sem formação, emprego ou casa e que cairá inevitavelmente nas malhas do crime.

Estar pronto significa possuir as redes e infra-estruturas necessárias à inserção e integração social, estar preparado para dar formação e emprego em outras áreas para além da construção civil, acompanhar as famílias ao longo das primeiras gerações, etc. Também nós temos emigrantes no estrangeiro e sabemos as dificuldades geradas pela mudança radical de país e cultura, no entanto, tal não justifica o facilitismo e a criminalidade. Ao emigrar, o indivíduo deve estar preparado para abraçar uma nova vida e para se integrar numa nova sociedade. Trata-se de uma responsabilidade dupla - da parte do país que acolhe e da parte do indivíduo acolhido, de abrirem ambos os braços, ao invés de os cruzarem.

De qualquer forma, nunca é demais lembrar... O ser humano não se caracteriza pela cor, mas pela postura.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Mais uma Vitória do PSD e de MFL

Depois de ter considerado a execução do projecto dos comboios de alta velocidade, como sendo "uma prioridade política" do actual Governo, Mário Lino volta agora atrás, dizendo que "o andar normal das coisas leva a que só na próxima legislatura, lá para Outubro, haja condições, nunca antes, para assinar o contrato de concessão".

Este recuo do Governo, do Ministro e do Partido Socialista demonstra 3 factos distintos:

1º) O Governo de José Sócrates reconhece não ter legitimidade para adjudicar quaisquer mega investimentos até à realização das eleições legislativas, em virtude dos últimos resultados eleitorais e da dúvida presente na larga maioria dos portugueses, face aos custos e benefícios deste projecto.

2º) Mário Lino ficará para sempre marcado como o responsável político, que afirma ter certezas quanto à localização e datas a fixar na realização de uma "mega obra", sem que esta alguma vez venha a ser concretizada nos moldes que idealizou.

3º) O Partido Socialista é neste momento um partido com medo, sem rumo e confuso, entre a antiga arrogância da liderança de José Sócrates, transformada agora numa falsa humildade, perante todos os portugueses que se sentem lesados com os 4 anos de propaganda política, de falsas reformas, de más políticas e de promessas não cumpridas, que conduziram o país para a realidade precária de muitos cidadãos.

Este recuo de José Sócrates é uma vitória de Manuela Ferreira Leite. Esta é principal conclusão política a retirar. E com esta "Política de Verdade" , não haja dúvida que o PSD corre hoje "a alta velocidade" para um grande resultado nos próximos actos eleitorais. (Via Psicolaranja)

A Assembleia de Ontem

Para os que não estiveram presentes na Assembleia de ontem... mais informo que ela foi pacífica!

Com uma afluência considerável, conseguiu-se discutir o presente e o futuro, do país e da secção, de uma forma saudável e informal e com muitas opiniões bem fundamentadas.

O primeiro ponto da ordem do dia prendeu-se com as datas possíveis paras as eleições legislativas e autárquicas que se avizinham. Serem ou não no mesmo dia foi uma questão que dividiu opiniões... está nas mãos do Presidente da República e, qualquer que seja a decisão final, os actos decorrerão, certamente, em finais de Setembro / inícios de Outubro.
A Assembleia debruçou-se também sobre as seis freguesias que compõem a secção de Queluz, bem como o seu futuro e putativos candidatos ;)

Quanto a mim, assino por baixo de qualquer projecto que integre os jovens hábeis, capazes e competentes que estão na nossa JSD. Vamos em Frente!

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Quem e Onde?!


É nossa responsabilidade escolher quem nos representa nas listas candidatas aos órgãos autárquicos.
Próxima Segunda-feira, dia 15, pelas 21h30, vem até à secção de Queluz manifestar a tua opinião sobre o teu actual presidente de Junta, quem tu gostarias de ver no lugar e ouvir as opiniões de outros. Afinal, ainda vivemos em DEMOCRACIA!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Os resultados foram claros...


PSD -- 31,68%

PS ---26,58%

BE ---10,73%

CDU - 10,66%

CDS --8,37%

Portugal começa hoje a mudar de rumo!

O Dia Seguinte


Decorreram no passado dia 6 de Junho (Sábado) as eleições para Comissão Política e Mesa da Secção de Queluz da JSD.

Contra todas as expectativas e apesar das "bocas" dos "Velhos do Restelo"... fomos lista única e, ainda assim, a afluência foi significativa.


Queremos uma aproximação à localidade em que nos inserimos, que possui problemas específicos e requer soluções específicas. Ao nível social, cultural, desportivo e de lazer, a J pode e deve intervir a nível local.

Traremos novidades brevemente... uma nova era começou!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Eleições na Secção


Amanhã é o tão aguardado (dois anos a aguardar) dia das eleições para a Comissão Política e Mesa na Secção de Queluz.

O acto eleitoral decorrerá entre as 17h e as 20h e todos os militantes da JSD, independentemente de terem quotas em dia ou não, poderão participar.

Esperamos por ti e, vota de acordo com a tua consciência...

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Todos ao Mercado da Ribeira


Próxima Sexta-feira, dia 5 de Junho, às 18h30, encerramento de campanha no Mercado da Ribeira, em Lisboa.

Estamos todos convidados a vir dar um último apoio aquele que é o nosso candidato, nesta recta final. Muita comida, bebida, boa disposição e, claro, o discurso de encerramento onde vamos ouvir aquilo que de facto distingue Rangel de outros candidatos.